27Maio2017

Governador Francisco Dornelles recebe o SIMCAERJ

O Governador em exercício Francisco Dornelles e o Secretário de Agricultura Estadual, Christino Áureo, receberam nesta quarta feira no Palácio Guanabara, o Diretor do SIMCAERJ, Solimar Silva, representando o Presidente Robson Melo, que foi agradecer pessoalmente, pela sanção no Estado da Lei n° 7267 de 26 de abril de 2016, que institui o piso salarial dos Condutores de Ambulância. Na Lei, a Emenda n° 77 no PL 1459/16, de autoria do Deputado Luiz Martins, tira a categoria do nível II (R$1.091,12), sugerido pelo governo, para o nível V (R$2.135,60), que representa mais de 100% de reajuste. Com isso, esses trabalhadores passam a ter o maior piso salarial do Brasil.

- Toda a Categoria está agradecida ao Governador  Francisco Dornelles, ao Secretário Estadual de Agricultura Deputado Christino Áureo e ao Deputado Luiz Martins, que trabalharam pela migração da faixa e junto ao Governador pela sanção da Lei. Disse Solimar Silva.

  • Escrito por Robson Melo
  • Acessos: 562

Piso Salarial Estadual de R$ 2.135,60 agora é Lei

Após uma grande parceria entre o SIMCAERJ e o Deputado Estadual pelo do Rio de Janeiro Luiz Martins, os condutores de ambulância do Rio de Janeiro, passarão a ter o piso salarial estadual de R$ 2.135,60. A proposta de aumento foi articulada através dos diretores do Sindicato dos Condutores de Ambulância do Estado do Rio de Janeiro e membros da ABRAMCA, através do Presidente Robson Melo e o Diretor  Solimar Silva.

Veja abaixo o ato do poder legislativo e a sanção governamental estabelecendo a lei N° 7267 de 26 de abril de 2016 que garante o novo piso salarial.

ATOS DO PODER LEGISLATIVO LEI Nº 7267 DE 26 DE ABRIL DE 2016 INSTITUI PISOS SALARIAIS NO ÂMBITO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO PARA AS CATEGORIAS PROFISSIONAIS QUE MENCIONA E ESTABELECE OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro decreta e eu sanciono a seguinte Lei: Art. 1º -No Estado do Rio de Janeiro, o piso salarial dos empregados, integrantes das categorias profissionais abaixo enunciadas, que não o tenham definido em lei federal, convenção ou acordo coletivo de trabalho que o fixe a maior, será de:

V-R$ 2.135,60 (Dois mil, cento e trinta e cinco reais e sessenta centavos) -para os professores de Ensino Fundamental (1° ao 5° ano), com regime de 40 (quarenta) horas semanais, técnicos de eletrônica, técnico de eletrotécnica e telecomunicações; técnicos em mecatrônica; tradutor e intérprete da Língua Brasileira de Sinais -LIBRAS; técnicos de segurança do trabalho; motoristas de ambulância, técnico de instrumentalização cirúrgica e taxistas profissionais reconhecidos pela Lei Federal nº 12.468, de 26 de agosto de 2011, bem como, aqueles que se encontrem em contrato celebrado com empresas de locação de veículos, excetuando-se os permissionários autônomos que possuem motorista auxiliar;

§2º-Ficam obrigados os Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário à observação dos pisos previstos nesta Lei em todos os editais de licitação para a contratação de empresa prestadora de serviços, Organizações Sociais, e demais modalidades de terceirização de mão de obra.”

  • Escrito por Robson Melo
  • Acessos: 2106

Quase tudo pronto para o novo curso

Diretoria do SIMCAERJ presente em importante reunião com especialistas do CONTRAN, DENATRAN e Presidentes de vários SINDCONAM's do Brasil, para discussão sobre a reformulação da Resolução 168, onde será criado um curso específico para os Condutores de Ambulância.

  • Escrito por Robson Melo
  • Acessos: 2749

Instituto Onofre é inaugurado em São Paulo

O dia 29 de janeiro de 2016 é mais uma data histórica para o Condutor de Ambulância. Foi nesse dia que o Instituto Onofre Santo Agostini foi inaugurado em São Paulo, em evento marcante. Com dezenas de convidados e presenças ilustres, o instituto educacional ratificou aos presentes o seu objetivo. Tem como missão a produção e aplicação em escala de conhecimento e inovação para formação e educação continuada de profissionais que trabalham com todas as formas de transporte de pacientes. 

Além de todos os Condutores de Ambulância do Brasil, a noite foi mais do que especial para duas pessoas: Onofre Santo Agostini, grande homenageado da cerimônia, e Alex Douglas, presidente do Instituto e da Abramca (Associação Brasileira dos Motoristas e Condutores de Ambulância). Ambos se emocionaram muito ao serem citados por todos como os principais responsáveis pelas últimas conquistas da categoria.

Além do deputado federal (PSD-SC) Onofre Santo Agostini, marcaram presença: Roberto Manzini, presidente do Centro Pilotagem Roberto Manzini; Daniel Annenberg, diretor-presidente do Detran de São Paulo; Guilherme Campos, deputado federal (PSD-SP) – que representou o Ministro das Cidades, Gilberto Kassab; Rita de Cássia Ferreira Cunha, coordenadora do Contran; Marcelo Takano, coordenador do Samu; doutor Antônio Onimaru, coordenador Geral de Cursos Técnico da Abramca; Elias Aracati Paiva, diretor de Ensino do Instituto Onofre; Nilson José, presidente do Sindconam-PE – Sindicato dos Condutores de Ambulância do Estado de Pernambuco; Paulo Rogério Silva, presidente do Sindcaers (Sindicato dos Condutores de Ambulância do Estado do Rio Grande do Sul); entre outros.

Alex agradeceu à sua família, amigos, equipe do Instituto e autoridades por estarem presentes, bem como relembrou de toda a sua história de luta. “Estou presidindo a Abramca no momento e temos um trabalho imenso e intenso em todo o Brasil. Nossa história é essa, de sair batendo nas portas, mas com educação. E eu tive um professor e o nome dele é o que estamos idealizando hoje: o Instituto Nacional Educacional Onofre Santo Agostini, que é muito importante para mim e, principalmente para a categoria. O deputado e sua esposa, Maria Eliza, me abrigaram enquanto eu lutava pela categoria e me acolheram como um filho. Tudo o que aprendi sobre política, de como falar com as pessoas, foi com o Onofre. Fiz uma 'faculdade' em Brasília por quatro anos”, discursou. “O Nilson, veio lá de Pernambuco, representando nove estados; o Paulo que fez um esforço danado para estar aqui e veio do Rio Grande do Sul, também representando nove estados”, completou.

Emocionado, Onofre enalteceu a luta e o trabalho desempenhado por Alex. “Quero cumprimentar a todos e este verdadeiro defensor dos condutores de ambulância. Muitas vezes, ele não tinha nem dinheiro para pagar a sua passagem, mas ele ia lá defender estes profissionais. Por isso, estou aqui com muito prazer e sentindo uma alegria imensa. Fiz questão de vir aqui para trazer o meu abraço, gratidão e respeito, por terem escolhido meu nome para esta escola tão importante. Este instituto vai ajudar muito a preparar nossos queridos condutores de ambulância. Disse para o Alex, estas são únicas coisas hoje que a política ainda vale a pena, ou seja, este reconhecimento do nosso trabalho junto com este guerreiro, que é o Alex”, declarou.

O “pai dos condutores de ambulância” também relembrou a luta para conseguir o reconhecimento da categoria e enfatizou a relevância destes profissionais. “Todos mencionaram a importância da preparação dos condutores de ambulância, pois ele não conduz mercadorias e nem pessoas normais, mas sim pessoas debilitadas, que merece carinho e respeito. Sabemos que, muitas vezes, o condutor tem de ser médico, padre, psicólogo, banco... já vi muitas vezes o condutor tirar dinheiro do próprio salário para pagar uma comida ao acompanhante do paciente”, disse.

A coordenadora Geral do Instituto Onofre, Silmara Xavier, também recordou o duro caminho para chegar até a inauguração. “Foi muito difícil chegar até aqui. Foram anos de batalha. Futuramente queremos realizar este ensinamento em todos os estados, com uma nova metodologia de ensino. Queremos qualificar e especializar melhor os condutores. Mostrar para a sociedade do que este profissional é capaz”, destacou.

Quem também pontuou o papel do Instituto Onofre, foi Antônio Onimaru. “O Instituto nasce com o intuito de aprimorar a capacidade de todos os condutores do País. Faremos isso com a ajuda de instituições públicas e privadas. Este é um espaço de saber, de disseminar conhecimento”, falou. “O condutor de ambulância é diferenciado. É preciso ter uma capacitação e uma especialização para desempenhar esta função. Parabenizo ao Alex e ao Onofre”, complementou Roberto Manzini.

“O Alex e sua equipe lutam diariamente para salvar vidas. Fiz questão de vir dar meu abraço por todo este trabalho. Dentro do nosso trabalho no Detran, educação talvez seja a parte mais importante do trânsito. E posso dizer que todo o Governo de São Paulo está trabalhando para isso”, observou Daniel Annenberg. “É um privilégio estarmos compartilhando este momento. Temos uma grande preocupação de que todos estejam preparados”, emendou Guilherme Campos.

“Vamos trabalhar para sermos referência na educação de trânsito”, finalizou Alex.

Rafael Mendonça
Jornalista da Abramca – Pela vida

  • Escrito por Robson Melo
  • Acessos: 527

Alex Douglas, presidente da Abramca e representantes do SIMCAERJ visitam o Dep. Milton Rangel na Alerj

Diretoria do Simcaerj juntamente com o Presidente Alex Douglas esteve presente na Alerj com o Deputado Milton Rangel autor do projeto de lei 1031/15 que regulamenta a profissão de Condutor de Ambulância no Estado do Rio de Janeiro. Agradecemos ao amigo e ouvidor do Estado Pedro Castilho pelo apoio a classe.

  • Escrito por calne
  • Acessos: 2701

Facebook

Rua dos Andradas, n° 96 - sala 1202 - Centro - RJ

Telefone: (21) 2283-1275 
WhatsApp: (22) 99964 4367